Formação de Ciclone nesta quinta, 23, deixa em alerta 3 estados

Fenômeno se formará em alto mar nesta quinta-feira e trará rajadas de ventos de até 60 km/h nas cidades litorâneas

0
14453
Formação de Ciclone em alto-mar nesta quinta-feira (23)

Na última terça-feira (21) o Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) em colaboração com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE) e o Centro Integrado de Meteorologia Aeronáutica da Força Aérea Brasileira (CIMAER/FAB), divulgou a previsão de formação de um ciclone com possíveis características subtropicais, a partir desta quinta-feira (23).

Conforme o alerta, a formação do ciclone subtropical será, provavelmente, em alto-mar, entre o Norte do Estado do Rio de Janeiro e o Sul do Espírito Santo, em deslocamento inicialmente na direção Sul, afetando as condições do tempo e do mar entre os estados de Santa Catarina e Bahia. Se a previsão se confirmar, a tempestade vai receber o nome de Kurumí, que quer dizer “menino”, em tupi-guarani.

Ainda não é possível identificar a formação deste ciclone nas imagens de satélite, que deve iniciar por volta das 03h de quinta e se formará ao longo do dia e sua influência deve permanecer até o sábado, dia 25, de acordo com a nota emitida à imprensa.

Em ferramentas como o Windy é possível observar a formação da depressão subtropical.

São esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 87km/h (47 nós) em alto-mar entre o Estado do Rio de Janeiro, ao Norte de Arraial do Cabo e o Estado da Bahia, ao Sul de Caravelas. Também são esperados ventos de até 61km/h (33 nós) em alto-mar, no Estado da Bahia, entre as cidades de Caravelas e Ilhéus.

Em decorrência dos ventos há a possibilidade do mar ficar agitado e as ondas atingirem 3 a 4 metros de altura em alto-mar.

Com o desenvolvimento do ciclone, a convergência de umidade pode ocasionar acumulados significativos sobre o litoral do Estado do Espírito Santo e Sul do Estado da Bahia, além da área de deslocamento do fenômeno.

Fique atento aos alertas emitidos pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil do seu município, seguindo suas orientações. Se você mora em área de risco na faixa litorânea indicada, é importante manter-se em atenção e preparado para sair de casa o quanto antes.

O telefone de emergência dos Bombeiros é 193 e da Defesa Civil 199.

- Publicidade -