Bombeiros alagoanos relatam cansaço e desgaste no trabalho em Brumadinho

Mais uma vez, o trabalho dos bombeiros alagoanos ocorre na Pousada Nova Estância, onde foram encontrados alguns corpos.

0
12

O capitão Luiz Augusto, um dos dois oficiais alagoanos especializados em busca e resgate que estão em Brumadinho, Minas Gerais, fez nesta sexta-feira (1), um relato sobre o 7º dia de trabalho à procura de vítimas do rompimento da barragem da Vale, ocorrido no dia 25 de janeiro.

Ele relata que ainda há locais com lama e onde há dificuldade de acesso, e lembrou o quanto o trabalho é cansativo e desgastante. O oficial está acompanhado do capitão Jorge Luiz, e desde o sábado ambos atuam nas áreas destruídas para resgatar corpos de moradores e turistas que estavam na região no momento da tragédia.

Mais uma vez, o trabalho dos bombeiros alagoanos ocorre na Pousada Nova Estância, onde foram encontrados alguns corpos. “Começamos a varredura na área da pousada, dessa vez na margem de cá. A outra margem, já varremos e encontramos alguns corpos”, relata.

“Aqui, dá para ter um panorama da amplitude da tragédia. A ponte foi derrubada, olha onde o nível da lama chegou”Descreve o capitão

“Estamos seguindo para finalizar essa busca e cumprir a nossa missão que está desgastante, cansativa, mas estamos aqui com afinco determinados a cumprir nosso papel de bombeiros e para representar o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas e, acima de tudo, a população alagoana nessa missão”, finalizou.

Durante o vídeo, dá para ouvir o barulho de um helicóptero. Segundo os bombeiros, as aeronaves passam a todo tempo pela região em busca de vítimas.

- Publicidade -

Deixe uma resposta