Governo Federal anuncia liberação de R$ 1 bilhão para resposta e recuperação no sudeste

Parte da verba anunciada já havia sido disponibilizada à BH, para ações de resposta, por ter sido reconhecido Situação de Emergência sumariamente, anteriormente.

0
69
Governo Federal anuncia liberação de R$ 1 bilhão para resposta e recuperação no sudeste

Após sobrevoar a Região Metropolitana de Belo Horizontes e se reunir com autoridades municipais e estaduais de Minas Gerais o Presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou na tarde desta quinta-feira, 30, a liberação de R$ 1 bilhão para toda a Região Sudeste, especialmente para os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Em pronunciamento no Aeroporto de Confins, em BH, o Presidente se solidarizou com os familiares das vítimas e se coloca ao lado do sofrimento do povo de Minas Gerais, além de parabenizar o Governador e prefeitos das cidades atingidas pela pronta resposta ao desastre.

Na reunião desta quinta, Bolsonaro editou Medida Provisória que abre crédito extraordinário, no valor de R$ 892 milhões, em favor do Ministério do Desenvolvimento Regional ao Sudeste. Soma-se ao montante do crédito extraordinário os valores já repassados pela pasta por meio de recursos ordinários, totalizando o valor citado pelo presidente. 

No complemento do anúncio, Bolsonaro afirmou outras medidas federais, mas sem dar maiores detalhes. “Também, com os demais ministros, como da Infraestrutura, a liberação das rodovias que estavam bloqueadas. A Caixa Econômica Federal também, com a liberação do FGTS, a Saúde, bem como os demais ministérios. Estamos trabalhando ombro a ombro para buscar, então, mitigar os problemas ocorridos com essa catástrofe que aconteceu nos últimos dias”, completou.

Em duas semanas, somente em Minas, 56 pessoas morreram em decorrência dos múltiplos desastres provocados pelas fortes e recorrentes chuvas, que expôs os problemas de planejamento urbano das cidades. No Espírito Santo, 10 pessoas morreram por conta das chuvas e no Rio de Janeiro, as fortes chuvas causaram danos materiais e ambientais, mas não causaram mortes.

Leia também: Na semana passada, a Defesa Civil Nacional já havia reconhecido. sumariamente, a situação de emergência de BH e Contagem. 

Apoio já disponibilizado

O ministro Canuto também ressaltou que já foram disponibilizados R$ 7,7 milhões para o município de Belo Horizonte, recursos que serão utilizados para restabelecer serviços essenciais à população e mitigar os danos. “Esse apoio garantirá as primeiras intervenções em vias importantes, como a limpeza, recuperação de sistemas de drenagem e pavimentação da Avenida Tereza Cristina, tão afetada pelas enxurradas. A Prefeitura também utilizará o recurso federal em serviços nas margens do Córrego da Onça e no Canal do Ribeirão Arrudas”, explicou.

Alerta conjunto

Órgãos do Governo Federal fazem um alerta conjunto, desde o dia (22/1), para chuvas intensas e altos acumulados de precipitação na faixa que compreende o Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal. A previsão apontou, já nos primeiros dias, que os totais pluviométricos poderiam alcançar de 150 milímetros a 400 milímetros, impactando severamente esses estados.

O informe tem sido atualizado diariamente e é assinado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do MDR; do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet); do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden); e do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM).

Operação Chuvas 2020

A Defesa Civil Nacional elevou, na última sexta-feira (24) o status de operação do Cenad para alerta máximo, medida em decorrência do grande número de alertas de nível elevado de desastres. Com a mudança no status de operação do Cenad, técnicos de diversos órgãos e agências federais parceiros passaram a atuar em conjunto com os profissionais do Centro para o monitoramento da situação em localidades afetadas por chuvas intensas. Dessa forma, o Governo Federal tem realizado a gestão conjunta da crise de forma mais efetiva.

Envio de alertas

Por meio do sistema da Defesa Civil Nacional já foram disparados mais de 2.600 alertas à população. A ferramenta do Governo Federal é importante para estados e municípios evitarem mais perdas humanas e materiais.  A população pode se cadastrar em todo o País. Para habilitar o serviço, basta enviar um SMS com o CEP de interesse para o número 40199. A seguinte mensagem confirmará a adesão: “Cadastro realizado com sucesso. O celular está apto a receber alertas e recomendações de defesa civil”. É permitido cadastrar mais de um CEP.

- Publicidade -