Home Tempo e Clima Mudanças Climáticas Aquecimento global diminui a expectativa de vida

Aquecimento global diminui a expectativa de vida

0
Aquecimento global diminui a expectativa de vida
Fonte: Google Imagens

O calor excessivo afeta a todos, mas parece que nós, europeus, esquecemos dos 70.000 mortos em 2003. O calor tem um impacto direto nas doenças respiratórias e cardiovasculares, especialmente em populações de mais risco, como idosos e crianças. Além disso, também tem impacto nas doenças infecciosas. Estamos mudando sua sazonalidade e a distribuição geográfica. Por exemplo, a dengue, que é muito sensível ao clima, teve um aumento de incidência em muitas áreas porque o aquecimento favorece a propagação do vetor o mosquito transmissor.

E o que podemos fazer para que a situação mude?

O fato é que as ações que devem ser tomadas são todas de senso comum. Provavelmente as medidas não foram adotadas porque nossas táticas de comunicação não têm sido corretas. Fala-se da proteção do planeta como algo totalmente contraditório com o bem-estar, e isso é falso. Aí está o exemplo da Suécia, um país muito desenvolvido com uma boa política ambiental.

O aquecimento é mais um efeito da poluição sobretudo por causa do uso de combustíveis fósseis, e isso causa sete milhões de mortes e tem um custo de saúde de 4 a 6 bilhões de euros [18 a 27 bilhões de reais].

Quando se fala sobre o custo de mudar o modelo não se leva em conta essa cifra, uma quantidade que já começamos a pagar na forma de doença e morte, porque as mudanças climáticas causadas pela poluição aumentam as doenças respiratórias, cardiovasculares, as crônicas como a asma e a obstrução pulmonar, os derrame e os ataques cardíacos, e esse custo nunca foi incorporado ao sistema, comentou a Diretora de departamento de saúde da OMS.

Deixe uma resposta