Deslizamento no Camarões deixa ao menos 42 mortos

As forças de segurança esclareceram que as buscas continuam, uma vez que o deslizamento de terra atingiu, pelo menos, 12 famílias.

0
27
deslizamento no camaroes deixa ao menos 42 mortos
Moradores de vilarejo no oeste de Camarões procuram nesta terça-feira (29) por desaparecidos em deslizamento de terra — Foto: Leclerc Tsakem/AP Photo

O balanço provisório foi anunciado nesta terça-feira pelo governador da região Oeste, Awa Fonka Augustine, através da rádio pública do país CRTV, depois das primeiras informações, que apontavam para 34 mortos.

As vítimas teriam morrido num deslizamento de terra que aconteceu por volta das 22h (no horário local) desta segunda-feira (28), no distrito Gouache 4, da capital regional Bafoussam, que na última semana registrou fortes chuvas.

De acordo com testemunhos ouvidos pela agência espanhola Efe, as equipes de emergência têm trabalhado para a recuperação de corpos. As forças de segurança esclareceram que as buscas continuam, uma vez que o deslizamento de terra atingiu, pelo menos, 12 famílias.

A cidade de Bafoussam, localizada na região Oeste do país, é uma das mais afetadas no período das chuvas no Camarões, sendo comum o registro de casos de deslizamento de terras.

mapa da localização de Bafoussam, no Camarões
Mapa da localização de Bafoussam, no Camarões

Segundo a imprensa local, pelo menos dez pessoas morreram devido a estes fenômenos nos últimos três meses.

O ministro da Descentralização, George Elanga Obam, visitou as equipes de resgate, e disponibilizou ajuda financeira por parte do Governo Federal.

Estima-se que cerca de 120 pessoas vivam no bairro que foi afetado pela inundação.

O presidente dos Camarões, Paul Biya, expressou suas condolências às famílias das vítimas. “Ouvi com emoção a morte de vários compatriotas, após um deslizamento de terra ocorrido no distrito Gouache 4 em Bafoussam. Nesta circunstância trágica, dirijo minhas sinceras condolências às famílias das vítimas”, disse ele em comunicado

- Publicidade -

Deixe uma resposta